segurança de sistemas

Tipos de ferramentas de segurança essenciais para o desenvolvimento de sistemas

O uso de ferramentas de segurança aumenta a proteção e garante que as melhores práticas do mercado sejam incorporadas ao desenvolvimento de sistemas.

Proteger o desenvolvimento de sistemas é diferente dos modelos de segurança de TI tradicionais. No modelo padrão, as organizações usam ferramentas de segurança para criar um perímetro em torno de aplicativos e dados corporativos.

Porém, para garantir a proteção efetiva de novos aplicativos, as organizações precisam aumentar a segurança em todas as etapas do processo de desenvolvimento e em todas as partes do aplicativo. Essa é uma mudança essencial para as empresas que buscam implantar o desenvolvimento seguro de seus produtos ou serviços de software.

Inclua segurança no código

Os responsáveis ​​pela segurança de um projeto precisam garantir que haja uma estrutura para incorporar práticas de segurança em todo o processo de desenvolvimento de sistemas, incluindo o código para a criação da solução, configuração e implantação da infraestrutura na qual o aplicativo ou serviço será executado.

A configuração incorreta de segurança, por exemplo, está há muito tempo entre os 10 principais riscos de segurança no desenvolvimento de sistemas da Owasp ( Open Web Application Security Project). Se as equipes de desenvolvimento recortarem e colarem exemplos de código existentes na Web, sem ler as implicações de segurança o problema será pior.

Padrões de código, nas quais os desenvolvedores detalham a estrutura e a finalidade de seu código e a lógica por trás dele para o restante da equipe, e ferramentas de segurança aplicadas ao desenvolvimento de sistemas são uma ótima maneira de garantir que todos entendam como a infraestrutura de TI está sendo construída e protegida, além de oferecer oportunidades para que vulnerabilidade sejam detectados e corrigidos.

Como você sabe, projetos e aplicativos de software estão ficando mais complexos, assim como a infraestrutura em que são executados, por isso é fundamental que os padrões de projetos seguros sejam aplicados em todos os aspectos do ciclo de vida de desenvolvimento de software.

Os modelos de infraestrutura como código podem beneficiar os esforços de padronização.

Ferramentas de segurança para o desenvolvimento de sistemas e como usá-las

A segurança do código em um ambiente de desenvolvimento de sistemas requer o gerenciamento da cadeia de suprimentos de software e a verificação da segurança de componentes e estruturas comuns, adoção de uma estrutura para automatizar testes, o uso de ferramentas rápidas de análise estática e verificação automática de vulnerabilidades.

Nesse ambiente, melhorar a segurança do código requer mais do que apenas o teste regular de aplicativos. Os desenvolvedores precisam de um conjunto diferente de ferramentas no que diz respeito ao desenvolvimento seguro de aplicativos, afinal a segurança também deve ser contínua.

  • Ferramentas de gerenciamento de código

A primeira etapa em uma fase de desenvolvimento seguro é verificar as bibliotecas de código e os componentes comuns em busca de vulnerabilidades.

As ferramentas de gerenciamento de código podem criar repositórios locais de bibliotecas e códigos de software controlados que a empresa considerou aceitável em termos de padrão de segurança.

Além de ajudar os desenvolvedores a criar seus repositórios de código e componentes seguros, essas ferramentas ajudam garantir que o time esteja usando a versão mais recente.

  • Estrutura de teste para automatizar verificações

O desenvolvimento orientado a testes está dando lugar a uma versão mais focada nos negócios com requisitos do aplicativos tendo como base as necessidades do usuário.

Conhecida como desenvolvimento orientado por comportamento, a técnica analisa as histórias dos usuários para casos que podem ser implementados como testes.

As ferramentas utilizadas nessa técnica permite que um desenvolvedor crie verificações com base em casos de uso. Os desenvolvedores podem incluir verificações para detectar erros cometidos anteriormente ou códigos com brechas de vulnerabilidade, além de bibliotecas de testes que oferecem garantia de segurança.

  • Análise do código fonte

A análise estática do código fonte fecha o círculo completo. As ferramentas de verificação de código são rápidas e podem ser facilmente incorporadas ao ciclo de desenvolvimento de software.

Elas analisam o código em busca de vulnerabilidades conhecidas, podendo ser executada em alguns minutos, alinhada em seu processo de segurança no ciclo de desenvolvimento de sistemas.

  • Ferramentas para testes de ataque

Por fim, quando o código é implantado, seja em um ambiente de teste ou de produção, os desenvolvedores e as operações de segurança podem usar testes de ataque automatizado para procurar falhas de exploráveis.

O uso dessas ferramentas podem de forma eficiente tentar a exploração específica de problemas, a verificação de vulnerabilidades na rede e atuar como um scanner de segurança em sistemas.

De fato, a segurança deve ser hoje uma grande parte do desenvolvimento de sistemas: da definição de padrões à modelagem, de ameaças aos testes de segurança, é fundamental ter os desenvolvedores a bordo durante todo o processo.

Conheça a Nova8

A Nova8 é uma startup com a missão de viabilizar no Brasil e América Latina soluções de tecnologia “best of breed”, originárias dos mais avançados centros de inovação mundial.

Através de soluções e serviços inovadores em Segurança Cibernética, atuamos em fases visando a melhoria na coleta de dados iniciais, para identificarmos de forma assertiva a melhor solução para sua necessidade e garantirmos a entrega dos serviços contratados de maneira transparente, com qualidade e alto desempenho.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *