it-engineer-working-with-his-pc (1)

Como migrar do DevOps para o DevSecops

A palavra-chave no atual contexto de transformação digital para as empresas de tecnologia é segurança. E quando se considera o ciclo de vida de desenvolvimento de sistemas ou SDLC (do inglês Systems Development Life Cycle), este item não pode mais ficar de lado.

A segurança mudou drasticamente ao longo dos anos, especialmente seu custo à medida que as ameaças aumentam em número e sofisticação. Agora ela precisa ser analisada durante o processo de desenvolvimento para levar em conta todas as variáveis. Se um bug for encontrado no final do processo, é caro consertar, causando atrasos na entrega.

Nesse cenário, DevOps é uma mentalidade e também uma tática de negócios. É uma mudança cultural que mescla operações com desenvolvimento. Por sua vez, o DevSecOps busca mesclar a segurança ao DevOps. Isso pode ser útil para uma empresa que busca um crescimento rápido e seguro, por isso vamos entender como migrar de um para outro.

Quais as diferenças entre DevOps e DevSecOps?

Antes de partir para a migração em si, precisamos entender as diferenças entre DevOps e DevSecOps.

É comum que elas sejam tratadas como se fossem duas forças opostas dentro da área de desenvolvimento e TI. Mas na prática, DevOps é o processo de integração de desenvolvimento e operações, enquanto DevSecOps é um subconjunto daquele que se concentra na segurança.

Para entender as reais diferenças, precisamos olhar para 3 princípios onde as estratégias diferem uma da outra.

Objetivo

O objetivo do DevOps é preencher lacunas de comunicação entre as equipes. Seu foco está em 3 pontos:

  • Colaboração;
  • Integração contínua;
  • Automação.

Esses pilares ajudam a reduzir o risco e, ao mesmo tempo, entregar softwares de qualidade ainda mais rápido.

Já com o DevSecOps, o objetivo é fornecer uma maneira segura de compartilhar decisões de segurança, mantendo o mais alto nível de segurança, velocidade e controle.

Ênfase do trabalho

Quando falamos de DevOps, a ênfase do trabalho é muito clara: está 100% ligada ao desenvolvimento de software.

Já DevSecOps enfatiza a importância dos desenvolvedores criarem códigos seguros e compatíveis como sua principal responsabilidade, para minimizar o tempo de inatividade e a perda de dados.

Habilidades necessárias na equipe

Para atuar com DevOps, conhecer os fundamentos dos sistemas operacionais e ter conhecimento de scripts de várias ferramentas e tecnologias da área são pontos necessários.

Já no caso dos engenheiros de DevSecOps, eles devem ser qualificados para detectar vulnerabilidades com ferramentas de segurança automatizadas. Também precisa ter amplo conhecimento de segurança em nuvem e fornecer suporte aos usuários da infraestrutura.

Qual a importância em migrar do DevOps para o DevSecOps?

Dado o fato de que as vulnerabilidades de software causam a maioria das violações de dados, a segurança deve ser uma prioridade para todas as organizações, concorda?

Se um recurso do sistema falhar inesperadamente, sabemos que vai frustrar os usuários. Enquanto isso, uma vulnerabilidade de segurança facilita uma violação de dados que terá um impacto profundo na empresa como um todo. Aqui falamos de prejuízo financeiro também.

Por isso, DevSecOps é uma filosofia que agiliza esses processos, incorporando cada um deles junto com o processo de desenvolvimento. No fim, isso ajuda a garantir que as violações não aconteçam e deixa claro porque fazer a migração é tão importante.

Com a migração, você consegue:

  • Aprimorar a colaboração entre as equipes de desenvolvimento e operações
  • Coloca a segurança no centro do processo;
  • Cria maneiras mais rápidas e eficientes de fornecer código com segurança em uma arquitetura ágil.

3 passos para migrar do DevOps para o DevSecops

Mudar de DevOps para DevSecOps parece uma boa opção para sua equipe? Em caso afirmativo, siga este caminho com 3 passos:

1. Revisão das práticas de segurança

Comece com uma revisão de sua segurança em relação às práticas de DevOps. O objetivo desta revisão deve ser obter conhecimento das funções atuais, ferramentas e áreas de melhoria em seus processos de governança. A revisão deve ser comparada ao estado desejado de DevSecOps.

2. Criação do programa de tarefas de segurança

Para fazer isso, primeiro formule um programa com um conjunto de tarefas destinadas a fornecer funções específicas de segurança.

Enquanto isso, considere cuidadosamente como você pode defender a mudança cultural a longo prazo.

3. Defina as métricas que precisa acompanhar para medir os resultados

Por último, defina métricas e KPIs para que você possa monitorar o progresso e aplicar as lições aprendidas. Dessa forma, sua transição de DevOps para DevSecOps será uma etapa ordenada e eficiente.

Agora que já sabe todos os passos e a importância de evoluir no quesito segurança de desenvolvimento de aplicações, quebre barreiras com o DevSecOps: conte agora com a Nova8 e nossas plataformas de testes de segurança de aplicação que capacitam as organizações a entregarem software seguro mais rapidamente – entre em contato!

Tags: Sem tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *